MARCA TEU PRÓPRIO RITMO…

EmprEEnDA!

Seja Criativo!

Planeje!

Ação!

Siga os 05 passos para ser mais PROduTIVO!

Saiba como CONQUIstar os seus CLientes em 30 dias!

Construa SuA MARcA de uma forma MATADORA!

INFOGRÁFICO COmO Ser mais POpular nas redes SocIAIS!

OTImIzE seus RESultAdos!

Corraaaaaaaa!

Não vai dar tempo!!!!!!

Será?

Não vai dar tempo do quê?

Qual é o seu Projeto de vida? Qual é o seu Plano?

Se você está Empreendendo, provavelmente existe algo maior em seu coração do que simplesmente “trabalhar”.

Provavelmente você tem um negócio em que seus valores e propósitos estão definidos para te nortear em suas ações.

Se existe Valores e Propósitos envolvidos, provavelmente você está fazendo com amor e com a intenção de impactar positivamente a vida de OUTRAS pessoas.

Se você está fazendo com amor e com boas intenções com as OUTRAS pessoas, onde está – em meio a toda essa correria – o amor e as boas intenções com você?

Empreender demanda muita dedicação, estudo e consequentemente muito trabalho; porém precisamos ter a CONSCIÊNCIA dos nossos limites, e colocar em prática os nossos valores não somente para o outro mas para as nossas vidas também.

Pare um pouco… Respire…

Ouça a vOz do seu cOrAçÃO!

É este ritmo frenético que ele te pede?

Ótimo, siga em frente!

Ou você está sentindo-se como um rato no labirinto? Ouvindo informação demasiadamente, cada um te direcionando para um caminho e você sem saber o que fazer com tanta coisa na cabeça?

MARCA O TEU PRÓPRIO RITMO…

Estude, planeje, coloque o aprendizado em prática… mas no seu tempo, ritmo e momento…

Uma ação a cada passo, com consciência, com presença, com gentileza, e CuRtindo a CaMinhAda…

Respeitando seus limites, seu corpo e todo o contexto de sua vida!

CARPE DIEM…

Divirta-se com as suas conquistas, olhe para cada passo e cada evolução com todo seu coração…

“Caminhante, não há caminho, o caminho se faz ao andar.”

   Antonio Machado poeta espanhol.
 ***

Aproveite este momento, respire, descanse, curta este poema…

Cantares
(Antonio Machado)

porém o nosso é passar,
passar fazendo caminhos
caminhos sobre o mar

Nunca persegui a glória
nem deixar na memória
dos homens minha canção
eu amo os mundos sutis
leves e gentis,
como bolhas de sabão

Gosto de ver-los pintar-se
de sol e grená, voar
abaixo o céu azul, tremer
subitamente e quebrar-se…

Nunca persegui a glória

Caminhante, são tuas pegadas
o caminho e nada mais;
caminhante, não há caminho,
se faz caminho ao andar

Ao andar se faz caminho
e ao voltar a vista atrás
se vê a senda que nunca
se há de voltar a pisar

Caminhante não há caminho
senão há marcas no mar…

Faz algum tempo neste lugar
onde hoje os bosques se vestem de espinhos
se ouviu a voz de um poeta gritar
“Caminhante não há caminho,
se faz caminho ao andar”…

Golpe a golpe, verso a verso…

Morreu o poeta longe do lar
cobre-lhe o pó de um país vizinho.
Ao afastar-se lhe viram chorar
“Caminhante não há caminho,
se faz caminho ao andar…”

Golpe a golpe, verso a verso…

Quando o pintassilgo não pode cantar.
Quando o poeta é um peregrino.
Quando de nada nos serve rezar.
“Caminhante não há caminho,
se faz caminho ao andar…”

Golpe a golpe, verso a verso.

Related posts: